3 bandas de Power Metal que marcaram o gênero

Baterias pulsantes, guitarras bem marcadas e agudos limpos. Essas são algumas das características bem marcantes das bandas de Power Metal, um gênero que foi até bastante abraçado aqui no Brasil! E eu imergi bastante nele antes de escrever esse artigo.

Até porque eu não sou um grande conhecedor dessa vertente do Rock. Conheço algumas bandas e algumas das piadas acerca das várias letras sobre dragões haha. Mas curiosamente, qual foi o primeiro show grande que assisti? Sim, de uma banda de Power Metal: Helloween!

Isso aconteceu no Rock In Rio 2013 e foi simplesmente um dos melhores shows que eu já vi. Nesse artigo eu vou rememorar essa situação e falar um pouco mais sobre grandes bandas de Power Metal do Brasil e do mundo. E vou começar falando sobre as influências delas no Carminium.

Influências das bandas de Power Metal no Carminium

Helloween

Ah, o meu primeiro show grande… lembro como se fosse hoje da minha entrada na Cidade do Rock e ficando lá atrás do palco Sunset. Não tinha tanta gente assistindo o show quanto eu esperava, o que realmente foi uma lástima porque os caras mandaram muito bem.

Essa apresentação ficou tão marcada na minha memória que busquei o Keeper of The Seven Keys logo após a saída do evento. Lá eu descobri algumas músicas sensacionais como Eagle Fly Free, Follow The Sign, A Tale That Wasn’t Right e a que mais ficou marcada pra mim: a I’m Alive.

Essa é uma das principais bandas de Power Metal do mundo e vale a pena mergulhar na discografia deles. A Alemanha nos brindou com esse som e putz… só ouvir o Michael Kiske já é um baita privilégio.

READ  7 bandas underground do Metal Nacional que você precisa conhecer

Angra

Essa é a banda de Power Metal que eu realmente sou fã e sei bastante da discografia. Na realidade, acho que essa foi a primeira banda do gênero que ouvi. E me apaixonei de cara pelo Angels Cry! Vários powers e até algumas baladinhas sensacionais.

Nesse mesmo álbum, vale a pena destacar a balada Wuthering Heights em que André Matos quase que realiza seu sonho de ser soprano por um dia. Além disso, a famosa Time também é uma pérola na discografia dos caras. Ouça as duas abaixo:

Mas eu sempre recomendo fortemente a audição de outro álbum dessa banda de Power Metal. Mesmo sendo fora da curva e saindo um pouco do powerzão, vale (e muito!) ouvir o Holy Land devido às claras mesclas da música brasileira com o Metal. Dá uma ouvida em um clássico do álbum:

Blind Guardian

Híbria

Fundada em 1996 na cidade de Porto Alegre, o Híbria é mais uma banda de Power Metal que representa as nossas terras. Com uma bateria cheia de pedal duplo, guitarras extremamente técnicas e um baixo pulsante, ela é bastante conhecida pelo Metal em si, mas também consigo encaixá-la no subgênero.

E pra mim o destaque vai para o Iuri Sansom que é um dos principais vocalistas nacionais de Heavy Metal. Isso é certo! O cara canta como poucos, dá pra ver boas influências de nomes como Rob Halford e traz uma sonoridade bem pesada ao Híbria. Dá uma ouvida nessa música deles:

DragonForce

Shaman

Kamelot

Cláudio Feitosa

Vocalista e tecladista da Carminium, fã de Rock Clássico, filmes e culinária. Vascaíno sofredor nas horas vagas

Deixe uma resposta

Fechar Menu