As 8 músicas mais memoráveis do Rock Clássico Internacional (e que você nunca ouviu!)

As 8 músicas mais memoráveis do Rock Clássico Internacional (e que você nunca ouviu!)

É claro que eu ouvi muita coisa na infância, principalmente do Rock Nacional. No entanto, toda a minha formação musical, digamos assim, foi feita no Rock Clássico internacional. A minha alma e ouvidos adolescentes ouviram muito Led Zeppelin e Deep Purple, grandes nomes do gênero.

Deep Purple, uma das mais famosas bandas de Rock Clássico Internacional

E bem, já existem diversas listas mostrando clássicos do rock e tudo mais, citados canções como Stairway to Heaven, Smoke On The Water, Bohemian Rhapsody. Ok, é verdade que essas músicas são sensacionais e moldaram diversas vertentes do rock atuais. No entanto, nesse texto eu vou por um outro lado.

Aqui eu farei quase que um relato pessoal, falando sobre músicas “””escondidas””” do Rock Clássico Internacional e mostrando aquelas que foram icônicas para mim. No fim do texto eu prometo deixar uma lista padrão por aqui, mas agora vamos ao “lado B” (ou quase isso) do Rock Clássico Internacional, começando por como isso influenciou o Roots Metal!

Influências do Rock Clássico Internacional no Roots Metal

O Rock Clássico é a alma da Carminium, todos os integrantes beberam bastante do gênero nas suas infâncias e adolescências. E bem, tem uma música que mostra isso perfeitamente! Dá uma ouvida na Train Of Souls:

Além da Carminium, a Sagittarion também tem boas influências do Rock Clássico Internacional perceptíveis no som. Veja se o riff inicial da Rock’n’Roll Armaggedon não lembra um pouco da vibe do Black Sabbath (e o restante da música também!):

#8 Maybe I’m A Leo – Deep Purple

Groove nu e cru em uma das maiores bandas de Rock Clássico de todos os tempos? TEMOS! Essa foi uma das primeiras músicas que me mostrou o quanto eu queria tocar algo que tivesse swing. E futuramente também foi a raíz para a minha vontade (por enquanto apenas isso) de fazer bases de teclado bem grooveadas. Sem mais delongas, ouve aí:

READ  Conheça Rival Sons, a melhor banda de Rock Clássico dos últimos anos

#7 Too Bad – Rival Sons

Pra mim, Rival Sons já está dentre os grandes nomes do Rock Clássico Internacional após lançar o fantástico Feral Roots em 2019. E Too Bad, cara… Too Bad é uma porrada cheia de feeling, peso (que batera, baixo e teclado impecáveis!) e camadas que vão direto na alma.

Blues até o talo, letra visceral, agudos que mostram a dor da canção e guitarras que reforçam essa intensidade. Josh Kiszka do Greta Van Fleet que me perdoe por eu não citar (ainda) a banda, mas Too Bad já moldou o meu caráter.

#6 The Great Gig In The Sky

Ok, eu falei que esse texto teria muitos lados B, mas não pude deixar de mencionar essa música. O Dark Side Of The Moon está no meu top 5 álbuns de todos os tempos, então essa lista do Rock Clássico Internacional precisava ter essa canção.

Clima etéreo e sublime, além de MUITOS sentimentos sem nenhuma palavra. Apenas vocalizações. Isso é genial. Isso é Pink Floyd:

#5 Freewill – Rush

Também trago mais uma música felizinha além de Maybe I’m A Leo nessa lista! Rush é uma banda mais conhecida pelo Rock Progressivo, mas que muitos (assim como eu) acreditam estar dentre o Rock Clássico Internacional.

E olha, se você quer uma mistura das duas coisas, ela está em Freewill! Aqui você encontra compassos compostos, mudanças de clima e linhas de bateria complexas (descanse em paz, Neil Peart) em uma música com timbres bem limpos e bem fácil de ouvir. Rush é genial!

#4 Limo Wreck – Soundgarden

Depois da felicidade do Rush, voltamos à fossa com o Soundgarden. Limo Wreck é lado Bzão da banda e eu não faço a menor ideia do porquê. Pra mim, é disparadamente uma das melhores músicas deles e a melhor do Superunknown!

READ  In the Court of the Crimson King: uma experiência diferenciada

À exemplo do Rival Sons (na verdade o contrário haha), essa música do Rock Clássico internacional traz camadas de guitarra que dão um clima profundo à música. E a voz? Adiciona ainda mais profundidade como sempre. A cozinha? Arrastada e impecável como sempre.

#3 – Grace – Jeff Buckley

Pode-se dizer que Jeff Buckley faz parte do Rock Clássico internacional ou não? Bem, pra mim ele tem o suficiente para ser colocado dentro do gênero. Mas claro, sempre trazendo várias influências que o colocaram como um dos grandes nomes do Rock Internacional anos 90.

Grace mostra isso tudo com as levadas magníficas de guitarra, baixo e bateria que encaixariam facilmente em um Bad Company repaginado da vida. E claro, tudo sendo sempre carregado pela melodia variante e a interpretação intensa na voz de Jeff Buckley. E o que falar da subida de dinâmica absurda no fim da música? Deixo pra você avaliar:

#2 – Innuendo – Queen

Eu precisei ouvir essa música novamente pra saber se colocaria ela ou a Prophet’s Song nessa lista do Rock Clássico internacional. Mas depois de ouvir a entrada da guitarra surrando o meu ouvido, ficou claro que a Innuendo deveria ser escolhida.

Você tem noção que essa música foi gravada nos últimos anos de vida do Freddie Mercury? Cara, eu tenho certeza que você sente isso não apenas nessa música, como também no álbum inteiro. E o solo de violão do Brian May? Meu Deus do céu, ouve isso:

#1 – In My Time of Dying – Led Zeppelin

Quando eu falo de Blues Rock, peso e tudo mais, a primeira canção que me marcou nesse sentido foi a In My Time Of Dying. Essa foi inclusive uma das minhas tentativas fracassadas de tocar violão na adolescência. Bons tempos esfolando o dedo tentando pegar essa música do Rock Clássico internacional.

Além disso, esse foi um dos primeiros registros de 11 minutos que ouvi na vida. E quem disse que eu enjoei? Eram os 11 minutos mais bem repetidamente gastos no auge dos meus 14 anos.

READ  Josh Kiszka do Greta Van Fleet: a voz do Rock Clássico em 2019

Novamente, uma cozinha espetacular nessa lista (com bateria e baixos pulsantes) e uma crescente de dinâmica invejável. E ainda com um riff de guitarra malemolente e uma interpretação cheia de deboche do Plant. Realmente, essa música merecia três parágrafos.

Outras grandes músicas do Rock Clássico Internacional

Como falado no início do texto, esse seria um artigo bastante pessoal. Quase como uma imersão em mim. Então, eu separei algumas canções do Rock Clássico internacional que “moldaram meu caráter” e por isso alguns hits foram deixados de lado.

E bem, por isso eu fiz mais uma listinha com outras grandes músicas do gênero e que os seus pais diriam: “é muito som”. Se você sentiu falta de algum nome específico, espero que ele esteja dentre os abaixo:

  • Bohemian Rhapsody  – Queen
  • Sweet Emotion – Aerosmith
  • Gimme Shelter – The Rolling Stones
  • All Along The Watchover – Jimi Hendrix
  • My Generation – The Who
  • Jump – Van Halen
  • Stairway To Heaven – Led Zeppelin
  • Paranoid – Black Sabbath
  • Another Brick In The Wall – Pink Floyd
  • Sweet Home Alabama – Lynyrd Skynyrd
  • Back In Black – AC/DC
  • Crazy Train – Ozzy Osbourne
  • Born To Be Wild – Steppenwolf
  • La Grange – ZZ Top
  • Hey Jude – The Beatles
  • Riders On The Storm – The Doors
  • Smoke On The Water – Deep Purple
  • Sunshine Of Your Love – Cream

O seu hit do Rock Clássico Internacional ainda não foi citado nessa lista? Está ficando extremamente pistola comigo? Calma, calma, não priemos cânico! Deixa aí nos comentários o nome das músicas que eu esqueci, tenho certeza que muitos sons brabos ficaram de fora.

E, por fim, não se esqueça de seguir as bandas do Roots Metal no Instagram! Quem sabe se novos hits do Rock Clássico Internacional não estão vindo por aí? 👀

Cláudio Feitosa

Vocalista e tecladista da Carminium, fã de Rock Clássico, filmes e culinária. Vascaíno sofredor nas horas vagas

Deixe uma resposta

Fechar Menu